21 de junho de 2015

A Hitória Mitologica dos Signo de Áries

Os doze conjuntos de estrelas que representam os signos de hoje foram padronizados ainda na Antiguidade, a partir da influência de imagens da mitologia de babilônios, egípcios e principalmente dos gregos e romanos. Os gregos antigos atribuíam aos conjuntos de estrelas situados na região do zodíaco, histórias e lendas associadas com os feitos de seus deuses e heróis e cada signo possui uma lenda da mitologia grega. Essas histórias explicam a representação, simbologia de cada Signo Zodiacal. Confira!
ÁRIES
(Projeto em scrapbooking de Ana Beatriz Lemos exclusivo para a loja SCRAP BY ANAS - design desenvolvido usando as cores dos signos e os carimbos Magnolia da coleção Zodíaco com "journaling" da Missão do Signo).
O rei Atamante tinha por rainha a deusa Nefele, com quem teve dois filhos: Frixo e Hele. Tendo que retornar ao Olimpo, a deusa deixou as crianças aos cuidados do pai. Depois de um tempo, Atamante uniu-se a Ino, que planejou livrar-se das crianças, filhos da "ex" de seu marido. Decidiu espalhar doenças e secar as sementes dos cereais prejudicando as futuras colheitas. Prevendo que Atamante consultaria o oráculo para saber as causas das desgraças, subornou os sacerdotes, para que convencessem o rei que a única forma de aplacar a ira dos deuses era sacrificando os filhos que teve com Nefele.
Embora com grande sofrimento, Atamante, pelo bem do povo, obedeceu as ordens do oráculo. Nefele, indignada, a tudo assistia. Para proteger os seus filhos, encontrou-se com eles às escondidas, avisando-os que no dia do sacrifício um carneiro com lã de ouro desceria dos céus e aterrizaria diante deles. Orientou-os a montar no carneiro. O único cuidado que deveriam ter era de não olhar para baixo durante o vôo. No dia do sacrifício, o carneiro surgiu e levou as crianças. Hele, no entanto, apesar das recomendações, não resistiu à tentação e olhou, caindo ao mar no local que ficou depois conhecido como Helesponto (hoje Dardanelos). Frixo chegou salvo à Cólquida onde sacrificou o carneiro em homenagem à Zeus, que o colocou no céu, entre as estrelas.
Missão do Signo de Áries
A "alegoria" reproduzida a seguir é de autoria do astrólogo inglês Martin Schulman e consta de seu livro Karmic Astrology: the Moon’s Nodes and Reincarnation, de 1977.
" ...E naquela manhã Deus compareceu ante suas doze crianças e em cada uma delas plantou a semente da vida humana. Uma por uma, cada criança deu um passo à frente para receber o dom e a função que lhe cabia.
     
"Para ti, Aries, dou a primeira semente, para que tenhas a honra de plantá-la. Para cada semente que plantares, mais outro milhão de sementes se multiplicará em suas mão; Não terás tempo de ver a semente crescer, pois tudo o que plantares criará cada vez mais e mais para ser plantado. Tu serás o primeiro a penetrar o solo da mente humana levando Minha Idéia. Mas não cabe a ti alimentar e cuidar dessa idéia, nem questioná-la. Tua vida é ação, e a única ação que te atribuo é a de dar o passo inicial para tornar os homens conscientes da Criação. Por este trabalho, Eu te concedo a virtude do Respeito por Si Mesmo".

Silenciosamente Áries, retornou ao seu lugar.


Nenhum comentário:

Postar um comentário