23 de abril de 2014

Steampunk

O Steampunk, de forma resumida, é um universo da ficção cientifica ambientado na Era do Vapor.
Steam significa vapor e punk capta a ideia da tribo urbana de mesmo nome, no sentido de ser algo não convencional.
Apesar de várias obras agora consideradas como fundadoras do gênero terem sido publicadas nos anos 1960 e 1970, o termo steampunk se originou no final dos anos 1980 como uma variante de 
Um movimento que nasceu na literatura e rapidamente conquistou espaço. Vale à pena conhecer o imaginário criado por vários autores como Julio Verne e Mary  Shelley que mostra um universo onde a tecnologia a vapor desenvolveu-se mais do que as outras sendo o principal invento do homem.

Seria uma mistura entre a época Vitoriana e Eduardiana com técnologia a vapor, engrenagens e aparelhos modernos construídos de maneira bem mecânica. Há quem não considere o Steampunk um movimento artístico, mas sim, um movimento estético tecnológico que inspira muita gente.

As composições são diversificadas, mas ainda assim, saltam à vista alguns “padrões” icônicos, em geral, retirados dos romances de aventura (da época, ou atuais), quadros, filmes… acessórios peculiares feitos a partir de peças de tecnologia antiga como mecanismos de relógios, ampulhetas, bússulas, fechaduras, binóculos, fabricação em madeira, cobre e bronze etc. Os padrões-base mais comuns são: exploradores, caçadores, militares, engenheiros, cientistas, operários, aristocratas, piratas aéreos, mecânicos, entre outros.






Nenhum comentário:

Postar um comentário